Modelo de negócios online

Como escolher um modelo de negócios online

Se você reparar bem, perceberá que qualquer indústria de consumo está presente na internet. As mudanças provocadas pela tecnologia digital está alterando consideravelmente a forma como os consumidores se envolvem com as marcas, antes, durante e depois de uma compra. Os consumidores de hoje, esperam para navegar, pesquisam, solicitam feedback, avaliam e depois apertam o botão "COMPRAR" em seu próprio ritmo e no momento e local que eles escolherem. Os consumidores também continuam a se engajar com marcas on-line após a compra e compartilham suas experiências com o outro. Grande parte dessa jornada realizada pelo consumidor, está além do controle direto das empresa e muitas agências de marketing estão apenas fazendo adaptações em suas estratégias, já bastante rústicas.

A boa notícia para os empresários é que o marketing digital pode oferecer dados detalhadas sobre a análise do comportamento do consumidor, bem como resultados precisos sobre a eficácia de uma estratégia de marketing, com um grau de detalhe e precisão que as gerações anteriores de profissionais de marketing dificilmente teriam acesso. O desafio é que essas novas tecnologias e comportamentos dos consumidores estão aumentando as exigências para quem pretende ter sucesso no mercado, fazendo com que as empresas busquem o melhor Modelo de Negócios Online.

Um Modelo de Negócios Online de sucesso, precisa ser construído na experiência do consumidor. As empresas, para sobreviverem, precisam operar fora da sua zona de conforto, por exemplo, elas devem trabalhar com produtos e serviços com ciclo de tempos mais curtos, com interações mais rápidas e frequentes com o seu consumidor e com um "ecossistema" de fornecedores mais amplo do que os processos de publicidade tradicionais.

Além disso, os consumidores exigem cada vez mais mensagens de marketing e ofertas que sejam altamente personalizadas, relevantes e direcionadas. Errar o alvo, é correr o risco de perdê-los para sempre. A este respeito, o marketing digital oferece recompensas maiores (em termos de engajamento e ROI - Return on Investiment) e maior risco (devido a complexidade de execução e a necessidade de mudanças de comportamento em toda a empresa).

Os empresários tem percebido que a criação de modelos de negócios online, através do marketing digital é vital para seus negócios. A dificuldade é que não há um conjunto de capacidades que se aplica universalmente. As empresas devem identificar que tipo de organização de marketing que precisam para fazer a sua estratégia de sucesso.

O importante é escolher um modelo de negócios online com base em seus objetivos estratégicos e, em seguida, concentrar-se no desenvolvimento dessas estratégias através dos recursos de marketing digital que lhe permitirá trazer esse modelo para sua realidade e consequentemente se sobressair.

Quatro tipos de modelo de negócios online

Existem 4 tipos de modelo de negócios online que podem igualmente serem bem sucedidos se adotados pela sua empresa:

Branders Digital
Experiência do Usuário
Geradores de Demanda
Inovadores de Produtos.
Branders Digital

São na maioria das vezes as empresas de produtos de consumo ou outros comerciante que se concentram na construção e renovação de brand equity (valor comercial que deriva da percepção do consumidor da marca de um determinado produto ou serviço, em vez de partir  do produto ou serviço em si), e consequentemente um maior engajamento do consumidor. Essas empresas estão mudando seu investimento de publicidade linear tradicional para experiências multimídia digitais mais imersivas que podem se conectar aos consumidores da marca através de outros formas. Com o objetivo principal de recrutar novos consumidores para a marca através de múltiplas experiência com a marca.

Experiência do cliente designer

Usam dados de cliente e insights para criar uma experiência superior end-to-end da marca para seus clientes. Normalmente, essas empresas (como as empresas de serviços financeiro, companhias aéreas, hotéis e varejistas) constroem seus modelos de negócios em torno do atendimento ao cliente. Ao reinventar como eles interagem com os clientes, e encantando-os em múltiplos pontos de contato, essas empresas esperam criar um diálogo permanente  e construir uma base de clientes leais.

Geradores de demanda

O foco principal é no aumento de tráfego online e converter o maior número de vendas possível em todos os canais de marketing para maximizar a eficiência e aumentar a sua quota de carteira. Todos os elementos do projeto de marketing digital, estratégia de site, SEO, aplicativos móveis conectados e engajamento em comunidades sociais, são adaptados para impulsionar as vendas e aumentar a fidelidade. Embora geradores de demanda também precisam aproveita o conteúdo para conduzir o relacionamento, eles estão focados em volume e eficiência de condução do que sobre curadoria das experiência emocionais profundas, contrário do Branders Digital.

Inovadores de Produto

Usar o marketing digital para identificar, desenvolver e lançar novos produtos e serviços digitais. Estas empresas empregam as interações digitais com os consumidores, principalmente para reunir rapidamente ideias que podem moldar o pipeline de inovação. Ao ajudar a cultivar novas fontes de receita, o grupo de marketing aumenta o valor da empresa.

Menu de Capacidades

Estes modelos de negócios online através do marketing digital não são específicos de setores. Na verdade, as empresas do mesmo setor podem escolher diferentes estratégias de marketing digital que aplicaram no mercado. Cada empresa pode concentrar suas ações em um conjunto diferente de capacidades para fazerem suas estratégias de marketing digital, e cada recurso implica construir a combinação certa de processos, ferramentas, conhecimentos, habilidades e organização.

Existem 8 capacidades básicas de marketing, que são mais ou menos relevantes, dependendo de qual dos quatro modelos negócios online apresentados você definir como estratégia. Estas 8 capacidades serão divididas em 2 grupos. O primeiro grupo é o de construção do conhecimento e o segundo grupo é a ativação de insights.

Construção de conhecimento

Segmentação e avaliação das necessidades, ou a utilização de ferramentas de pesquisas digitais para analisar as transações, identificar as dificuldades do cliente e interpretar os dados. Através de uma melhor compreensão de como subconjuntos específicos de clientes que avaliam, compram e usam produtos, a empresa pode direcionar mais diretamente campanhas publicitárias, promoções e conteúdo ao longo do relacionamento até o momento da compra e pós compra.
Medição, ou o desenvolvimento de métricas consistentes em todo o caminho completo para a compra (ou seja, em casa, em qualquer lugar, e em lojas). Esse recurso também inclui métricas de engajamento do consumidor em toda a mídia paga (por exemplo, a publicidade), órgãos de comunicação social (como o site da empresa), mídia ganhos (cobertura em outras publicações), ou mídia compartilhada (por exemplo, Facebook ou YouTube). Implementado corretamente, essas métricas podem ajudar a quantificar o ROI através do programa de marketing digital.
Tomada de decisão em tempo real, viabilizado por ferramentas de analise e métricas,  pode-se realizar o acompanhamento regular do "sentimento social" e com isso realizar ajustes na campanha de marketing de mídia para realizar mais conversão.
Personalização e segmentação, ou a criação de uma visão singular do consumidor em todos os canais de venda, através da integração de múltiplas fontes de dados domésticos, comportamento de compra, dados móveis e web analytics. As empresas também podem aumentar os perfis de clientes para melhorar a estratégia de marketing e ofertas específicas.
Ativação de insights

Conteúdo otimizado, ou a disseminação de conteúdo de marca através de múltiplas plataformas de direct-to-consumer (tais como sites, dispositivos móveis e canais de mídia social) que são fáceis de pesquisa e navegar. O conteúdo otimizado ajuda a empresa a envolver os seus consumidores, registrando a sua movimentação e vendas através de uma variedade de formatos, para que ele possa oferecer da melhor maneira produtos e serviços relevantes para os consumidores para ocasiões ou fases específicas.
Inovação, estimulado pela alavancagem de mídia social para a percepção dos consumidores mais ativos e criativos que possam sugerir ideias para o desenvolvimento dos produtos. Além de melhorar o produto em si, essas ideias podem melhorar a experiência do cliente com o produto.
Influência social, ou a provocação de engajamento do consumidor para criar e compartilhar conteúdo, além de melhorar sua presença nas mídias sociais, melhora ainda mais o engajamento do consumidor. Empresas com forte influência social podem incentivar os consumidores a criar e compartilhar conteúdo sobre a marca em suas redes sociais, e em seguida, usar o resultado deste conhecimento para otimizar suas comunicações de marketing.
Experiência Ominichannel, ou implementação de programas de marketing em todos os canais. Esta capacidade também implica investir em tecnologia, análise e talento para a mobilidade, sem diferença entre os canais físicos (loja) e internet, permitindo que os consumidores se envolvam com a empresa, onde e como quiserem. Experiências Ominichanel também incluem programas de marketing integrado com terceiros, juntamente com os meios mais amplos e estratégias de promoção comercial.
Construindo as capacidades adequadas

É praticamente impossível ser "grande" em todos os recursos de marketing digital, identificados acima. É por isso que cada empresa deve focar apenas as capacidades que se alinham melhor com o seu modelo de marketing digital. Existe um ele que liga a estratégia da empresa, o modelo de marketing digital preciso e a capacidade de organização de marketing e ações de marketing necessárias para ter sucesso com os modelos.

As capacidades necessárias para se obter sucesso com um modelo de negócios online, como um Brander Digital será diferente das exigidas por um Gerador de Demanda. Esta não é uma relação engessada, são vários os caminhos para o sucesso, e até mesmo empresas que prossigam com o modelo de Gerador de Demanda, por exemplo, podem optar por enfatizar em diferentes capacidades. Mas em geral, determinados modelos exigem que a empresa tenha um conjunto específico de recursos de apoio.

No Comments Yet.

Leave a comment